Quantos usuários de Linux são necessários para trocar uma lâmpada?



1 para postar na lista de discussão que a lâmpada atual queimou;

1 para sugerir que o usuário tente ligar a lâmpada via linha de comando e poste qualquer mensagem de erro que aparecer no console;

1 para reclamar que o usuário que fez a última solicitação quebrou a thread;
1 para perguntar qual será a nova lâmpada que eles vão instalar;

1 para alertar que não devemos utilizar a palavra “queimada” para nos referir à lâmpada não funcional pois não houve combustão e que o correto seria dizer que o filamento da lâmpada foi rompido devido a um excesso de corrente elétrica;

25 para sugerir a instalação de todos os tipos de lâmpadas existentes e imagináveis;

1 noob para sugerir a instalação de uma lâmpada da Microsoft;
250 para floodar a caixa de e-mail do noob;

1 ex-usuário de Linux que ainda frequenta a lista para ficar antenado nas novidades para sugerir a instalação de uma iLâmpada da Apple, que tem um design descolado e inovador e que custa R$ 150,00;

20 para dizerem que as iLâmpadas não são livres, são superfaturadas e que tem menos recursos do que uma lâmpada normal top de linha, que é 20 vezes mais barata;

15 para sugerirem a instalação de uma lâmpada nacional;

30 para dizerem que as lâmpadas nacionais são apenas remasterizações mal-feitas das lâmpadas estrangeiras e que não acrescentam nada de novo;
23 para discutirem se a lâmpada deverá ser branca ou transparente;
1 para dizer que lâmpada é coisa de winuser e que usuário de Linux não tem medo do escuro;

1 para anunciar, finalmente, qual será a nova lâmpada a ser instalada;

217 para reclamar da lâmpada escolhida e sugerirem outra;

meia dúzia para reclamarem que a lâmpada escolhida possui componentes proprietários e que deveria ser escolhida uma lâmpada totalmente livre;

20 para dizerem que uma lâmpada totalmente livre não é compatível com o interruptor da casa;

a mesma meia dúzia anterior para sugerir que o interruptor seja trocado por outro compatível;

1 para gritar: “PAREM DE DISCUTIR E TROQUEM LOGO ESSA LÂMPADA PELO AMOR DE DEUS!”
350 para perguntarem ao usuário anterior de que deus ele está falando e se ele possui provas científicas que atestem a existência do mesmo;

1 para dizer que não podemos confiar nas lâmpadas produzidas por corporações e que devemos utilizar lâmpadas feitas pela comunidade;

1 para postar o link de download de um ODF que explica como construir a sua própria lâmpada do zero;

14 para reclamarem do formato de arquivo do usuário anterior e pedirem para o mesmo reenviá-lo como txt ou LaTeX;

5 para dizerem que não gostaram da decisão tomada e que vão criar um fork da instalação elétrica da casa e instalar uma lâmpada melhor;

1 para postar uma série de comandos que devem ser digitados para trocar a lâmpada;

1 para dizer que executou os comandos e obteve uma mensagem de erro;

1 para avisar que os comandos devem ser digitados como root; e, finalmente:
o pai do usuário inicial que, enquanto todos discutiam, foi no armazém da esquina e comprou a lâmpada mais barata que viu pela frente.

Via: Recebi por e-mail.

Um comentário:

  1. Ola,

    Meu nome é Ana. Gostei muito do seu site e gostaria de propor uma parceria editorial.
    Meu email é ana.silvaferreri@gmail.com
    Aguardo sua resposta.

    ResponderExcluir

Posts populares dos últimos 30 dias